O vereador e presidente da Câmara Municipal de Cacimba de Dentro (CMCD), após ser surpreendido na Sessão Ordinária desta sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020, com denúncia apresentada pelo Vereador Nininho Ferreira, dando conta de supostas irregularidades cometidas pelo gestor da Casa do Povo,  no exercício da
Presidência, emitiu uma nota sobre o suposto afastamento.

As medidas cabíveis estão sendo tomadas e por entender ilegítimo o suposto afastamento realizado pela CMCD, para tanto, nao o reconhece, continuando firme no meu mister como Presidente da Câmara Municipal de Cacimba de Dentro, mandato legitimamente conferido por ocasião da eleição da Mesa Diretora, biênio
2019/2020.

A nota segue, na íntegra.